Make your own free website on Tripod.com

Luciano Balbinot

Prescrição de Exercícios e Treinamento

Home
Avaliação Física
Sistemas de Avaliação
Prescrição de Exercícios e Treinamento
Prevenção
Reabilitação Física
Personal Trainer
Educação Infantil
Contato
Princípios Gerais da Prescrição de Exercícios
Os componentes essenciais de uma prescrição sistemática e individualizada incluem:
atividades apropriadas, intensidade, duração, freqüência e progressão da atividade física. Tais componentes são aplicados para pessoas de todas as idades e capacidades funcionais, independentemente da existência ou ausência de fatores de riscos de doenças.
Limites Calóricos
Para atingir níveis de atividade física ideal, o objetivo é fazer com que o dispêndio semanal, se aproxime de 2000 kcal tanto quanto a saúde e a aptidão permitam. (Guidelines ACSM, 2000)
Sucesso no treinamento
É necessário prestar atenção na Oscilação Pedagógica da carga de treinamento na atividade física.
1. Dar prazer
2. Criar hábito
3. Idéia Fixa
4. Satisfação
Prescrição de exercícios na prevenção, condicionamento e emagrecimento
TREINAMENTO NEUROMUSCULAR
· Força pura é indicado para esportes de movimentos acíclicos com alta exigência de força
· Força dinâmica (hipertrofia) é indicado para aumento de massa muscular
· Força explosiva é indicado para melhorar a força rápida
· RML é indicado para melhorar o tônus e resistência das fibras musculares.
TREINAMENTO DA FORÇA
· Aumentar a taxa Metabólica (estudos mostram que o aumento de 1,3 kg de músculo aumenta a taxa metabólica durante os períodos de descanso em 7% e o requerimento diário de calorias em 15%. Em descanso, 453 g de músculo queimam de 30-50 kcal por dia apenas para manter a sua massa.
· Reduzir a Gordura Corporal
· Melhorar o metabolismo da glicose (aumenta a suscetibilidade à insulina e melhora a tolerância à glicose) Reduzir a pressão sanguínea;
· Reduzir o colesterol e outras gorduras no sangue;
· Melhorar a aparência;
· Melhorar a postura ;
· Reduzir lesões;
· Melhorar o bem-estar psicológico
Treinamento de força e controle de peso
· Aumentar a massa muscular e a força
· Fortalecer tendões e ligamentos
· Evitar a perda da massa muscular decorrente da idade (o indivíduo sem treinamento de força perde de 226,5 - 317 g de músculo por ano que ocorre primeiramente nas fibras de contração rápida)
· Aumentar a densidade óssea (mulheres acima de 35 anos perdem cerca de 1% de massa óssea por ano, que é acelerado após a menopausa).
Fonte: Anita Bean, O guia completo do treinamento de força, 1999.

lu2.jpg